26 de abril de 2013

Manda para a PQP!

É com imenso orgulho que anuncio mais um grande lançamento da Meu Corporation! Estava faltando aquele grito entalado na garganta? A proteção precisava ser mais, digamos, intensa? Seus problemas acabaram! Conheça a PAZ para QUEM PRECISA:

Para comprar é só clicar no link da loja MEU ao lado--------->>>>>>>

A história por trás do amuleto
Um dia minha tia Sonia veio aqui em casa e,vendo o banheiro logo em frente ao meu quarto, disse que aquilo era uma energia muito ruim para a casa (ela é especialista em cura Prânica), e indicou o uso de espelhos na minha porta. Levei aquilo muito a sério, pois eu respeito todas as crenças e práticas, mas como ariana muito competente no ramo ariano, começo mil projetos e termino 10. Essa semana me deu vontade de costurar, mexer com lantejoulas e afins, lembrei da recomendação dos espelhinhos. Pensei em fzer uma cortina de contas, ou um pingente de espelhinhos para pendurar na porta, mas então pensei que seria meio sacal ficar esbarrando naquilo o tempo todo. Rolou um brainstorm na idéia anti-uruca, espanta-belzebu e me veio essa imagem, de usar palavras. Por que não refletir a "coisa ruim" para o outro lado e ao mesmo tempo direcioná-la para algum lugar específico? E, por que não, mandá-la para PQP? Quantas vezes ao dia (ou na semana, se você for muito benevolente) não desejamos que alguma coisa vá para lá? Logo, bordei em letras garrafais, enfeitadas como as caveiras lindas do Dia de Los Muertos e, assim como a festa mexicana, esse é um amuleto de alegria. Essa foi a primeira parte.
A segunda parte foi a escolha do nome, porque a minha loja virtual é uma loja comunitária, com regras bem específicas, e eu não sei AINDA se por usar um PQP bordado alguém pode porventura se ofender (shit happens). Minha mãe teve uma sacada genial enquanto eu tirava as fotos, "Ué? Paz para Quem precisa". A forma de almofada é para mandar "a coisa ruim para lá" com suavidade, garbo e elegância, mas com firmeza na mensagem. Fechou!
Logo, essa é a história da mais nova parceira da Pocket Macumba no mundo encantado das maledicências e urucubacas a serem vencidas (uma para a casa e a outra para a bolsa!), e se alguém copiar a minha idéia, quero ver se explicar... E se alguém se sentir ofendido, meu amigo, sinto muito, mas a mensagem da almofada vai pra tu também.

Google+