26 de março de 2013

Nós não precisamos de (mais) roupas.

Este ano definitivamente mudarei ainda mais meus hábitos de consumo, vou me dedicar mais a boa e velha amiga Singer e costurar minhas próprias roupas. E quando me deparo com artigos relacionados a este assunto, vejo como a situação é muito mais crítica do que penso, no meu pequeno universo de consumo. com crises econômicas, exploração de trabalho escravo, fica cada vez mais evidente a importância das pessoas recobrarem aqueles hábitos e costumes de pós guerra, de reaproveitar materiais e moderar o consumo. Mais do que nunca vejo a valorização do produto artesanal no exterior, o craft é sinônimo de produto personalizado, exclusivo, um "it" produto, com acabamento cuidadosamente elaborado, fugindo da produção em massa "ching ling". 
Temos que repensar nossos hábitos e acompanhar a ordem dos acontecimentos no mundo. Estamos no momento perfeito para se visitar mais brechós, casas de caridade, reaproveitar e customizar roupas, móveis e objetos aparentemente sem utilidade. E viva o produto artesanal!


WE DON'T NEED (more) CLOTHES / by @agalorda from Alvaro González-Alorda

-------
Uma nova cliente recebeu seu pacote ontem e escreveu uma avaliação super bacana na loja, adoro essa sensação de dever cumprido e ver mais um pedido atendido com 100% de satisfação!




Google+