30 de janeiro de 2012

Fim de semana artesanal - parte 1

Já faz algum tempo que o som da televisão me irrita de uma maneira intensa, e cheguei à conclusão que se não for para assistir um filme ou programa específico, simplesmente sentar e zapear os canais, é um tempo precioso desperdiçado. Se quiser descansar, vou dormir. Se quiser me informar, pesquiso na internet. Se quiser viajar na imaginação, leio um livro. Esse foi um fim de semana de imersão crafter e fiquei super feliz com o resultado: 4 novas pulseiras e gasto zero (todo material usado já estava encostado aqui há anos, os fios são da minha mãe!), o que já é uma economia e tanto, já que essas pulseiras podem sair bem caro. Decidi por em prática alguns tutorias que achei em blogs de crafts e, não é que deu certo? eu nunca havia feito mais do que 5 pontos de crochê numa tentativa frustrada de fazer uma correntinha, anos atrás, e desisti. Tinha esse paradigma de que ou a pessoa aprendeu desde cedo a tricotar ou já é tarde demais pra ter prática, e o crochê me pareceu impossível de ser entendido, aquele pontos enigmáticos para meus olhos absurdamente míopes. Mas não é verdade! Gente, eu CONSEGUI FAZER UMA PULSEIRA DE CROCHÊ  e me sinto realizada! Sorte de principiante? A segunda não vai dar certo? Não faz mal, eu vou continuar tentando porque agora eu deixei pra trás um dos meus grandes tabus e aprendi que nunca é tarde para aprender, qualquer coisa. O vídeo do SuperZíper foi o grande herói do dia, adoro ver as dicas delas. Essa é a minha pulseira pronta:
As outras pulseiras de macramê também made by my own hands!

E olhem que aula mais sensacional, também do SuperZiper, pra quem não faz idéia de como segurar uma agulha de crochê, como eu:

Amanhã mostrarei as pulseiras de macramê e de onde veio mais um tutorial bacana. Até logo!
Google+